Precisa Ganhar Dinheiro? Entenda Como A Fotografia Pode Ajudar

Fotografia dá dinheiro? Dá para viver de fotografia?

A cada ano que passa surgem novos smartphones e outros dispositivos móveis que permitem ao seu usuário criar fotos instantâneas. Isso sem contar os filtros que prometem milagres. Por isso, surge então a dúvida: será que fotografia dá dinheiro?

Muitos acham que é extremamente difícil trabalhar como fotógrafo por causa da concorrência e que para conseguir obter sucesso, é preciso injetar muita grana para começar.

“Se fosse fácil, todo mundo faria. Se fosse impossível, não existiria nenhum no mundo.”

Eu gosto muito de usar essa frase para diversos aspectos da minha vida. O ponto dela é: com as dicas certas, vai ser simples – mas não necessariamente fácil!

Então, se fotografar é uma de suas paixões, entenda como você pode fazer dela uma profissão.

 

Se aprofunde no mundo da fotografia!

Ser fotógrafo requer mais que uma vocação para a arte de fotografar, assim como em outras profissões, o caminho para o sucesso passa pelo estudo. É necessário conhecer e utilizar as técnicas corretamente.

Antes de entender se a fotografia dá dinheiro, é preciso entender o quanto você está disposto a investir nos seus sonhos. Isso não significa somente o dinheiro que vai colocar para iniciar (o que é completamente normal) mas também seu tempo, os materiais e equipamentos e seus esforços para alcançar o público ao qual você pretende se dedicar.

linda fotografia com liberdade

De modo geral, uma grande porcentagem das pessoas acredita que esta profissão pode ser um pouco instável. Eu mesmo passei por este preconceito quando comecei dentro da minha família. Entretanto, como em todo empreendimento novo, a fotografia também vai ter as suas dificuldades, mas existem meios de superá-las.

Todo novo negócio é difícil nos primeiros dois anos, então não desanime!

Por isso, separei algumas dicas para ajudar você:

 

1) O desejo de ser fotógrafo deve ser maior do que o desejo de ganhar dinheiro

 

Enquanto a maioria das pessoas está à procura de trabalhos com uma boa remuneração, tendo em foco o salário, a maioria dos novos fotógrafos está em busca de realizar uma paixão. Já conheci engenheiros, médicos e advogados que largaram suas profissões para fotografar. E, quando fazemos o que amamos, o sucesso vem acompanhado!

Entender esse conceito fará toda a diferença entre o sucesso ou não dentro da profissão.

camera fotografica

Os profissionais que lucram e tem boa rentabilidade com a fotografia são aqueles que estão interessados em desenvolver um trabalho artístico de qualidade. E, como resultado, se destacam dentro do mercado – estando a frente de seus concorrentes.

 

Você também pode se interessar:

 

2) Comece aos poucos.

Já ouviu dizer que olho grande dá remela? Então…

Não dá para se destacar no ramo da fotografia do dia para noite, ou como em um passe de mágica.

Não se precipite, comece aos poucos, e à medida que desenvolve seus trabalhos, perceba as falhas e deficiências que podem ser melhoradas em cada quesito. A melhor maneira sempre é fazendo cursos e workshops.

Alguns acham que fazer uma faculdade de fotografia seria o ideal, e acabam descobrindo o que eu já falei nesse texto aqui: Vale A Pena Fazer Faculdade De Fotografia? (Clique aqui para ler)

Quer uma indicação de curso de fotografia completo e por um preço acessível? Então Clique Aqui.

Klarck Lansing curso fotografia
Klarck Lansing ministrando uma das aulas teóricas do curso online “Fotografe Pessoas Em Nove Passos Curtos”. 

 

Aos poucos, você vai entender onde é melhor focar seus esforços, qual a melhor posição de mercado, e vai entendendo os tipos de iluminação, cor e composição que se adequa ao seu estilo, fazendo com que assim, você também se torne um fotógrafo melhor.

 

3) Estude para se tornar um fotógrafo

Uma grande diferença entre uma fotografia que dá dinheiro e uma que não dá, está na qualidade do serviço prestado.

Você agora já entendeu que sua paixão é fotografar e resolveu que irá investir nesta carreira, então estude.

Todo o talento deve ter embasamento técnico e teórico, só assim é possível competir neste mercado. Entenda, se você não possuir a qualificação adequada, seu concorrente com certeza, terá.

Para ajudar você nisso, eu sugiro fazer este curso aqui: Fotografe Pessoas Em Nove Passos Curtos! (Clique Aqui)

 

4) Invista em Marketing

Outro erro dos fotógrafos iniciantes é acreditar que apenas um bom trabalho será suficiente para conquistar novos clientes.

O mercado é vasto e bastante concorrido, por isso, investir em Marketing é fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa neste século – principalmente a fotografia!

Há vários tipos de Marketing, mas o melhor sempre é o boca a boca. As indicações virão com o tempo, mas enquanto isso, invista no Marketing Digital!

Existem muitas ferramentas que podem auxiliá-lo neste começo. Por exemplo, eu sugiro começar montando um blog. Nele, conte sobre seus trabalhos, seu olhar e mostre suas fotos.

invista no marketing digital
Das redes sociais, o Facebook têm trazido os melhores resultados pela quantidade de usuários cadastrados.

 

Não esqueça de utilizar as mídias sociais como Instagram, Facebook e Pinterest. Aqui, é importante investir dinheiro em anúncios para atingir mais pessoas! Dentro todas, a que traz melhores resultados atualmente é o Facebook.

 

5) Invista no diferente

Como você já deve ter percebido, o mercado está cheio de bons profissionais, e isso pode deixa-lo um pouco inseguro.

Para que a fotografia dê dinheiro é essencial se destacar.

Eu sempre dou dicas para se diferenciar e ser criativos para aqueles que estão cadastrados na minha Lista VIP, e você fará a inscrição no box abaixo:

 

[mc4wp_form id=”1058″]

 

Fotografia é uma arte, e por isso, ter ideias inovadoras, fazem com que seu trabalho seja valorizado. Durante os anos, a arte sempre se destacou quando era inovada. Um exemplo são as pinturas e telas que hoje são clássicas, houve um tempo que eram consideradas modernas.

faça o diferente

Obviamente que você não precisa “reinventar a roda”, mas que tal desenvolver um estilo só seu, uma marca diferente que se destaque no mercado?

 

6) Defina seu público alvo

Definir o público alvo é fundamental para um fotógrafo que quer se estabelecer no mercado. Existe um estilo de fotografia que se enquadra para determinada parcela de pessoas.

É preciso investir naquilo que te agrada, o que, automaticamente agradará seu público-alvo.

O que você mais gosta de fotografar? Paisagens, crianças, animais, alimentos?

Existe um vasto público esperando por bons profissionais,  basta apenas se firmar em um segmento, e entender que o fruto do sucesso dependerá de seu esforço.

Para iniciar na profissão de fotógrafo é preciso algum esforço, entretanto, se superado, é possível desenvolver um trabalho que promova seu próprio sustento e qualidade de vida.

Fotografia dá dinheiro sim, basta você superar seus limites e acreditar nos seus sonhos.

Na próxima vez que alguém lhe perguntar isso, vai ter uma resposta na ponta da língua!


E aí, já está lucrando com a fotografia ou ainda é um hobby? Qual dessas dicas já aplicou e qual foi o resultado? Deixa a resposta ali nos comentários que eu quero saber!

 

 

Erros mais Comuns em fotografias – Evite-os

Quando começamos, é natural errar. Grandes nomes como Jobs, Zuckerberg e Musk erraram em seus começos. Mas, o segredo está em aprender se seus erros. Copilei sete dos meus maiores pecados empresariais em oito dicas super úteis!

Errar no inicio é normal, é ordinário. Faz parte do amadurecimento. Mas, evitar esses erros pode ser EXTRAORDINÁRIO!

Quando eu comecei, errei muito. Foram erros atrás de erros, e talvez se tivesse acertado não chegaria onde cheguei hoje.

Errar faz parte da nossa trajetória. Todas as histórias de sucesso (Steve Jobs, Mark Zuckerberg, Elon Musk) tem fracassos e derrotas no começo. Normal. Triste, mas normal.

Por isso, copilei meus 7 piores erros em 8 dicas incríveis!

 

Erro #1 – Comprar equipamentos que não precisava

Esse erro é clássico. Muitos cometem esse equívoco, e eu não me escapei.

Lembro de uma vez que comprei um grip para uma câmera, só que na verdade eu nem precisava e acabei nunca usando.

Erros de comprar equipamentos desnecessarios

É normal o pessoal comprar coisas que acham bonitas, mas não precisam. Ou dizem que é necessário, mas não sabe o motivo.

Esse dinheiro é mal investido, e vai fazer falta la na frente.

 

Erro #2 – Fazer pouco Marketing, ou Marketing Errado

Divulgar seu trabalho como fotógrafo é essencial. Mas, por incrível que pareça, muita gente não faz isso.

Eu sempre tive a consciência de que é importante fazer Marketing. Mas eu fiz, por muito tempo, de um modo errado.

A primeira dica que dou, é gastar dinheiro. Não adianta querer fazer Marketing sem gastar, ou tentar economizar.

Tenho o conceito que tráfego se compra. Por isso, sugiro você entender melhor sobre o funil de vendas.

A segunda dica tem a ver com a qualidade do Marketing – faça conteúdo. Treine e ensine seu público, mostre porque é importante!

Erros de não fazer marketing

 

Erro #3 – Fotografar pouco

Um segredo essencial: treinar descaradamente.

Quando comecei pensava que tinha que fotografar só quando fosse contratado, mas isso limitava minha evolução.

E, mesmo quando ia fotografar, acabava fazendo poucas fotos. Fazer 200 ou 300 fotos num ensaio é muito pouco. Assim, você vai demorar para evoluir.

 

Outros assuntos que podem te interessar:

 

Lembra que Cartier-Bresson dizia que suas dez mil primeiras fotos são as piores? Quanto tempo você vai levar para fazer essas dez mil? E cem mil?

Quanto mais fotografar, mais rápido vai evoluir.

 

Erro #4 – Não investir dinheiro

Muitos não entendem o que vou dizer agora (inclusive, eu demorei anos para assimilar isso)

 

Um empresário precisa investir dinheiro em sua empresa

 

Claro, no geral começamos a empresa de fotografia com uma ou duas pessoas. Mesmo assim, é uma empresa.

Divida seu orçamento em Equipamentos, Conhecimento, Marketing e Infraestrutura. Priorize, no começo, o conhecimento.

Colocar dinheiro na frente, é importante. Mas veja bem: colocar dinheiro em sua empresa. Muitos investem 85% do seu orçamento em equipamentos – algo que não traz um retorno definido. Em cinco anos de profissão, jamais fui contratado ou perdi uma venda por meus equipamentos. Mas minha gestão, meu Marketing, meu atendimento, minha infraestrutura e o que eu entrego (capacitado por possuir conhecimento), isso sim fez – e muita – diferença.

 

Erro #5 – Não ter uma rede de Networking

Até hoje, essa é uma das minhas maiores dificuldades.

Conhecer pessoas que conhecem pessoas. Isso é Networking. Numa tradução livre, uma rede de trabalho, é aquela que somos amigos e temos amigos dentro do ramo empresarial.

Não estou falando de tomar cerveja ou comer churrasco com seus clientes e/ou fornecedores.

 

 

Falando em Networking, entra para o meu:

[mc4wp_form id=”1058″]

 

 

Mas sim, conhecer seus concorrentes, ter estima por seus fornecedores e saber quem são os fornecedores de seus concorrentes.

Conhecer quem faz o que, na sua área e em outras. Você fotógrafo: tem uma rede de parceria (seja apenas para indicação) de videomakkers, cerimonialistas, decoradores, iluminadores, maquiadoras ou aluguel de espaço para gravações?

 

Erros de não fazer networks

 

As vezes, mesmo que isso não esteja diretamente ligado a sua profissão, pode fazer a diferença ao oferecer (e assumir) um projeto maior!

 

Erro #6 – Ter inspiração pontual

Esse erro é muito comum: sou fotógrafo de casamentos, por isso vou olhar apenas fotos de casamentos para me inspirar. Assim, você acaba se tornando um imitador e não um criador.

Se inspire em outras áreas. Fotografias do outro canto do mundo é facilmente achada com as redes sociais e internet hoje.

 

Pergunte-se:

  • O que eu posso aprender sobre iluminação com desenhistas e pintores?
  • Como posso replicar certas poses de esculturas famosas?
  • Como a música que ouço influência minha fotografia?
  • Quais ângulos de câmera posso imitar do último filme que vi?
  • Qual revista de moda, gastronomia, veículos, viagens e artesanato podem me inspirar?
  • Quais os 10 melhores arquitetos eu conheço?

 

Uma forte ferramenta para gerar novas inspiração é o Pinterest. Lá, você pode ver novidades e tendências, como um baú de ideias.

Utilize outros segmentos da fotografia para se inspirar.
Aprenda de outros assuntos (como pintura, música, arquitetura e belas artes) e traga isso para sua fotografia – e principalmente para sua vida!

 

Erro #7 – Não fazer planilhas

Isso pode até parecer bizarro, mas um bom fotógrafo faz planilhas, sejam no papel ou digital. Elas podem ser feitas no Excel, no Numbers ou no Google Docs. Eu prefiro o último.

Isso porque eu estou pressupondo que você é um empreendedor, um profissional liberal. Muitos acham que, por ser “liberal”, posso fazer de qualquer jeitos. Mas metrificar é importante, e eu demorei uns 5 anos para entender isso.

 

Erros de não fazer planilhas

Por exemplo, como você vai saber se sua empresa está em ascensão ou queda? Qual foi o melhor mês do ano? Esse ano foi melhor que o último? Isso tudo é importante para se organizar.

Muitos dizem : “Ahhhh mas eu estou apenas no começo!” Então agora é a melhor hora de começar a criar planilhas de custos, de orçamentos x conversões (ou seja, quantos orçamentos você recebe por dia/semana/mês/ano e quantos convertem – fecham contrato com você)

 

Dica #8 – Vá em Congressos de Fotografia

Esse último acho que é mais uma dica mesmo que um erro, porque eu sempre tive – desde o início – o conceito da importância de investir em conhecimento.

Por exemplo, fiz muitos Workshops Presenciais e Cursos On-line (assim consegui obter a parte técnica com maestria).

A vantagem dos Workshops Presenciais é que você vê, na prática, todo o processo criativo da pessoa. Sentimos o “clima” do Estúdio, de onde ela mora, e muitas vezes acabamos tendo a oportunidade de fazer um happy hour – onde surgem novas redes de Networking e Insights. Isso dá um rumo muito bom no começo, e me ajudou muito a fazer ajustes finos depois de um tempo. Pode ser perigoso, pois temos a tendência de copiar.

Erros de não ir em congressos
Meu amigo, Nei Bernardes, palestrando no Wedding Brasil 2018

Já os Cursos On-line são os mais vantajosos, pois tem um valor baixo e você pode ver e rever várias vezes, fazer perguntas, participar de um grupo muito maior de alunos. Também, é possível aprender no seu próprio ritmo e horários – o que eventos presenciais não permitem. Assistir aulas em casa sempre é mais confortável. Para isso, recomendo este curso aqui!

Mas Klarck, não ia falar sobre congresso de fotografia?

Calma, vou chegar lá!

Enquanto os cursos servem para te ensinar a parte técnica (equipamentos, lentes, truques) os congressos servem para te inspirar (dar novas ideias, trocar contatos)

Então, se você está começando, faça cursos. Se já tem experiência, vá em congressos.

Vou te falar alguns dos mais conhecidos, não fui em todos ainda, então não tem como qualificar cada um.  Mas são alguns congressos importantes no País

  • Wedding Brasil
  • Photoweek
  • Fotoconhecimento
  • PIC
  • FHOX on the road
  • Alasul
  • Parati em foco
  • Lume Newborn
  • Congresso Capixaba de Fotografia
  • Newborn Lovers

 

E aí, gostou do conteúdo? Não esquece de deixar seu comentário ali embaixo!

 

 

Poses – Os Segredos Para Criar as Melhores!

 

Posar e dirigir pessoas pode ser um dos maiores desafios do fotógrafo moderno. O fotógrafo Klarck Lansing separou suas melhores dicas para guiar você nesta construção!

A extensa maioria dos fotógrafos de casamentos não trabalha com modelos ou atores/atrizes profissionais. Para muitos, é a primeira vez que está sendo fotografado por um profissional. Por isso, é mais do que normal estas pessoas ficarem nervosas ou apreensivas diante de uma câmera.

Confesso que eu mesmo já tive a sensação de que minha câmera tenha sido um desconforto para uma daminha em um casamento! Para muitos, pode ser amedrontador!

Mas, com uma direção despojada e informal, combinada com as técnicas corretas de posicionamento corporal, podemos capturar poses incríveis em poucos segundos. Separei as melhores dicas que eu uso aqui no Estúdio Lansing .

 

Como Criar Poses Fortes

KLARCK, FOTOGRAFIA, WEDDING, CASAMENTO, NOIVAS, LOVE

#1 – Nariz em forma de “X”

Estou bem acostumado a ver em cenas de abraços, ou até mesmo quando os noivos juntam testa com testa, os narizes de ambos apontando para o mesmo lado.

Minha dica é: narizes sempre se cruzando. Imagine que a ponta do nariz da noiva é uma seta, e a ponta do nariz do noivo é outra seta. Pergunte-se: as duas setas se cruzam?

KLARCK, FOTOGRAFIA, POSES, CASAMENTO, NOIVAS, LOVE

Quando não, geralmente algum erro temos em nossa pose, e muitas vezes não conseguimos detectar.

KLARCK, FOTOGRAFIA, POSES, CASAMENTO, NOIVAS, LOVE

#2 – Postura em S

A geração do século 21 é marcada pela péssima postura. Horas em frente ao computador, finais de semana atirados no sofá vendo Netflix e pouca prática de atividades físicas tem transformado a sociedade no geral em seres humanos sem boa postura.

Uma postura correta, além de deixar mais magro e mais alto, gera uma sensação de autoconfiança e autoestima.

 

Acho que você também pode gostar:

A melhor maneira de fazer isso é transformando nossa coluna em um “S” – tórax para frente, estômago retraído, quadris para trás.

Esticar a coluna desse jeito vai transformar a mulher numa silhueta mais feminina e transformar o homem num desenho mais encorpado.

KLARCK, FOTOGRAFIA, POSES, CASAMENTO, NOIVAS, LOVE

#3 – Mãos Dadas

Nos meus cursos e workshops, eu sempre falo da “pose dos tentáculos”. Isso é, quando o casal dá as mãos e cruza os dedos. A impressão que temos, a primeira vista, é uma mão estranha com 10 dedos.

Claro que muitos nem percebem, mas, esteticamente falando, quando o casal dá as mãos sem cruzar os dedos fica mais elegante e até mais romântico.

#4 – Atenção a nuca!

Uma parte da pose muito ignorada é aquela que quase não aparece, a nuca. Minha dica é: estique o máximo possível a nuca. Com isso, além de ganhar altura, vai ganhar postura e até dar um efeito de mais magro.

Outra coisa importante é, ao esticar a nuca, baixar o máximo possível o ombro.Teste essa dica em frente ao espelho com você mesmo, e vai entender o que estou falando!

KLARCK, FOTOGRAFIA, POSES, CASAMENTO, NOIVAS, LOVE

#5 – Ombros

Essa dica é bem fácil e mesmo assim traz um resultado surpreendente. Para dar um ar mais despojado e elegante a sua fotografia, aproxime mais um dos ombros à câmera do que o outro.

 

 

[mc4wp_form id=”1058″]

 

 

#6 – Ângulo

Atente para que, conforme for o seu ângulo e a pose criada, o rosto dos modelos sejam sempre a parte mais próxima a lente. Por exemplo, numa pose que o casal está sentado, seria fácil que os joelhos, as pernas ou até mesmo os braços fiquem mais próximos da câmera – e consecutivamente pareçam proporcionalmente maiores que a cabeça.

O contrário também é verdade: uma cabeça muito mais perto da lente que o resto do corpo vai dar um efeito “boneco de caminhão”.

Em poses sentados, suba o seu ângulo como fotógrafo. Se optar por uma composição que o ângulo seja inferior (isto é, de baixo para cima), peça para o casal cair levemente para o lado: assim seu corpo vai ficar paralelo com a câmera.

Veja abaixo uma foto que eu NÃO FIZ ISSO e como as mãos, os braços e o corpo parecem desproporcionais:

KLARCK, FOTOGRAFIA, POSES, CASAMENTO, NOIVAS, LOVE

Apesar deste “erro”, eu gosto muito desta imagem!

Eu escrevi esse texto para ser publicado no Blog Wedding Brasil, se desejar poderá ver clicando aqui!

E aí, já conhecia estas técnicas? Comente o que achou!

Faculdade De Fotografia – Vale A Pena

Antes de te responder, deixa eu te fazer outra pergunta: Você quer ser fotógrafo ou diretor de fotografia?

Você quer ser fotógrafo ou diretor de fotografia?

 

Vejo muita gente empolgada em fazer faculdade de fotografia para se tornar um fotógrafo. Será que essa é a melhor decisão?

Na verdade, muitas pessoas confundem o trabalho de um diretor de fotografia com o trabalho de um fotógrafo. São coisas completamente diferentes – até porque, na grande maioria, diretores de fotografia não trabalham com fotografia, e sim com video!

Então, antes de te responder, você vai precisar entender a diferença.

 

Diretor de fotografia:

diretor de fotografia é o técnico de cinema responsável pela forma como o roteiro cinematográfico é organizado para o video, na forma de fotografia. A produção é feita segundo as suas orientações técnicas.

 

 

O diretor de fotografia é o técnico que vai decidir, num filme, onde as luzes serão posicionadas (e qual a temperatura de cor delas). Questões técnicas, como a lente, a câmera e o ângulo utilizado por elas também são decisões deste profissional.

faculdade de fotografia

Geralmente o diretor de fotografia também cuida do enquadramento, e muitas vezes comanda equipes gigantescas! Figurinista, iluminador, maquiador, operador de câmera e outros estão sob a supervisão deste.

Alguns exemplos de diretores de fotografia são: Emmanuel Lubezki (Birdman, Gravidade e O Regresso), Robert Richardson (Django Livre, Ilha do Medo e Bastardos Inglórios) e Bruno Delbonel (O Fabuloso Destino de Amélie Poulain e Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum)

 

Nesse caso, é super recomendado que você faça uma faculdade de fotografia!

 

Isso porque, primeiramente, sem um diploma você provavelmente não vai ser contratado para uma produção maior. Ou você acha que a Marvel, a Rede Globo ou a Disney contratam Freelancer? Grandes empresas vão exigir um (ou mais) diplomas. Nesse caso, também sugiro que você seja fluente no Inglês, ou muitas portas poderão se fechar.

Sem contar que, por conta própria, vai ser muito difícil aprender tudo que um Diretor de Fotografia tem de saber.

 

 

Com certeza você também vai gostar:

 

 

Fotógrafo

Fotógrafo é o profissional que elabora imagens estáticas ou dinâmicas em diversos campos, como: eventos sociais, moda, esporte, guerra e fotojornalismo.

Se você acompanha nosso Blog, acredito que seu objetivo é ser um fotógrafo: assim como eu sou. Quem gosta de tirar fotografias, é o fotógrafo.

Nesse caso, você provavelmente se decepcionaria extremamente com uma faculdade de fotografia. Isso porque, os alunos deste curso aprendem muito mais sobre filmes do que sobre fotografias de casamento, guerra, moda ou produtos, por exemplo.

É claro que quem cursa faculdade de fotografia também é capaz de criar boas imagens, mas esse não é o foco da faculdade!

Por exemplo, você sabia que uma pessoa formada em arquitetura pode dar aula de matemática no Ensino Fundamental? Mas, da mesma forma, esse não é o objetivo!

faculdade de fotografia

Existem diversas áreas que um fotógrafo pode atuar, como por exemplo:

  • Estúdio Fotográfico: Fotografando ensaios de Pessoas e Produtos, Editoriais de Moda
  • Banco de Imagens: Vendendo de fotografias de paisagens, pessoas, objetos e animais
  • Eventos Sociais: Cobrindo casamentos, aniversários, eventos empresariais
  • Agência de Marketing: Auxiliando nas campanhas publicitárias
  • Papparazzi: Registrando e vendendo para revistas detalhes da vida dos famosos
  • Fotojornalismo: Estando a frente das noticias, registrando e vendendo para jornais, revistas e sites estas imagens
  • Esportes: Alguns fotógrafos registram eventos como Copa do Mundo, Olimpíadas, Maratonas e Campeonatos
  • Secretariado: Acompanhando, como um funcionário, um artista ou político famoso, registrando os eventos de sua agenda.
  • Arquitetura: Auxiliando Corretores, Incorporadoras e Construtoras a divulgar imóveis e lançamentos

 

 

[mc4wp_form id=”1058″]

 

 

Lógico que aqui se encontram apenas algumas das áreas. São muitas as opções!

Vão me contratar sem Diploma?

 

A resposta, curta e sincera é: SIM! Em todos esses anos, jamais alguém me perguntou por currículos ou diplomas. O que vale é a sua fotografia.

faculdade de fotografia

Se suas fotos forem incríveis, vai ser o suficiente para você ser contratado. Ou você imagina uma noiva abrindo um e-mail e lendo currículos de fotógrafos?

Seu portfólio, ou seja, seu trabalho é seu diploma.

 

Então, como aprender fotografia?

Existem muitos métodos de aprender fotografia. O melhor é praticar. Treinando seu olhar, se inspirando e fotografando pelo menos 30 minutos por dia você vai se transformar num fotógrafo.

Eu tenho algumas sugestões que podem ajudar você a começar a aprender fotografia:

  • Videos no Youtube: Alguns canais dão dicas gratuitas de fotografia de um modo bem divertido. Sugestão de canal: Clique aqui
  • Livros: Ler vai ajudar você a evoluir pelo menos 4x mais rapidamente. Sugestão de leitura: Clique aqui!
  • Sites: O Blog do Lansing é, sem dúvida, o mais completo portal de fotografia do Brasil hoje! Continue no Blog para aprender mais.
  • Cursos: O jeito mais rápido e funcional de aprender fotografia. Minha sugestão: Clique aqui!

 

Mas, se você deseja realmente se tornar um fotógrafo, sem gastar muito e sem perder tempo, sua melhor opção é clicar aqui!

 

E você? Quer ser fotógrafo ou diretor de fotografia? Ainda pensa em fazer uma faculdade? Deixa seu feedback nos comentários, é importante!

Steve McCurry – Um Dos Maiores Fotógrafos Do Século!

Stevie McCurry – Um Dos Maiores Fotógrafos Do Século! Conheça mais sobre o fotógrafo da National Geographic famoso pela fotografia da garota afegã (e veja como ela está hoje). E no final, ainda tem um bônus para você!

Steve McCurry

 

Americano e nascido em 1950, Steve McCurry é um dos mais renomados fotógrafos da atualidade. Suas imagens muitas vezes estamparam a capa e artigos da famosa revista National Geographic. Membro da agência Magnum desde 1987, sua fotografia autoral e super saturada tem um tom artístico e conceitual único.

Depois de se formar em Artes e Arquitetura, decidiu partir para a Índia como fotógrafo freelancer. Lá, ele diz ter aprendido a ser paciente para conseguir boas fotografias.

“Se você esperar as pessoas vão esquecer a sua câmara e a alma do fotografado transparece.” – Steve McCurry

Sua cobertura fotográfica da invasão da Rússia no Afeganistão ganhou um prêmio chamado Robert Capa Gold Medal na categoria melhor reportagem fotográfica do exterior, um prêmio dedicado a fotógrafos exibindo coragem e iniciativas excepcionais.

Uma curiosidade é que recentemente ele encontrou a menina refugiada afegã não identificada anteriormente. Ela é descrita como a fotografia mais reconhecível no mundo de hoje. Quando McCurry finalmente localizou a menina chamada Sharbat Gula depois de quase duas décadas, ele disse: “Sua pele é de resistência; existem rugas agora, mas ela é tão impressionante quanto como era há 20 anos”.

Muitas das imagens de Steve se tornaram ícones, e vamos ver algumas delas hoje!

01 – Afeganistão

Tida como uma das fotografias mais reconhecidas do mundo, a menina afegã do campo de refugiados Nasir Bagh no Paquistão foi capa da revista National Geographic em junho de 1985, concentrando a atenção no rescaldo da invasão russa no Afeganistão.

Foto de Steve McCurry

02 – Rajastão

Essa foto foi tirada em 2009. O que eu mais gosto nesta imagem é a mão a esquerda. Ela gera muita curiosidade e mistério, do tipo “quem é essa pessoa? o que ela está olhando?”. A incrível posição do fotógrafo frente ao espelho denota suas habilidades.

Foto de Steve McCurry

03 – China

Na região de Zhengzou, Stevie registrou em 2004 os monges shaolin em seu trainamento matutino! O modo como o fotógrafo organizou os elementos da fotografia sem que o monge mais próximo se sobrepusesse sobre ninguém é incrível! E, seu olhar fixo a câmera realmente traz um convite à imaginação.

Foto de Steve McCurry

 

Veja também:

 

 

04 – Índia

O festival de cores da Índia que comemora a chegada da primavera é um eventos muito colorido, chamado de Holi. O fotógrafo capturou essa imagem no Rajastão, ainda nos anos 90. A sua composição contrastante dignifica ambas as cores, e a expressividade do rapaz de verde também é chamativa.

Foto de Steve McCurry

05 – Sri Lanka

Registradas no sul do Sri Lanka em 1995, os pescadores se encontravam em cima dos palanques para não afugentar os peixes, facilitando sua captura artesanal. O registro se torna ainda mais incrível quando descobrimos que as novas tecnologias atuais tem tornado este método obsoleto – e praticamente extinto na região. Veja como ele organizou o mar em dois terços horizontais da imagem e o céu no outro terço. O movimento do pescador no mar também gera uma quebra de padrão incrível!

Foto de Steve McCurry

06 – West Bengal, India

Uma regra de composição que sempre vai ser acertada é a simetria. Mas, conseguir simetria com diversos objetos é algo muito dificil. Ainda no mundo de hoje, são poucas as fotografias simétricas com 6 elementos como a deste trem levando bicicletas na Índia. Para mim, é uma das mais importantes do fotógrafo americano!

Foto de Steve McCurry

07 – Kyaikto, Mianmar

Em 1994, Steve registrou os monges rezando na chamada Golden Rock – um dos locais mais importantes para a peregrinação budista do mundo. Ele relata que passou dias aos pés da rocha para encontrar o melhor ângulo e a melhor luz para tirar a foto. Ela foi feita dez minutos após o pôr-do-sol. Segundo a tradição, acredita-se que a pedra é sustentada por um único fio de cabelo de seu líder, Buda.

Foto de Steve McCurry

 

 

[mc4wp_form id=”1058″]

 

 

Veja algumas outras imagens do fotógrafo!

Foto de Steve McCurry

Foto de Steve McCurry

Foto de Steve McCurry

Foto de Steve McCurry

Foto de Steve McCurry

Foto de Steve McCurryFoto de Steve McCurryFoto de Steve McCurry

 

E, se você tem curiosidade em saber como
está a menina afegã hoje, aí vai:

AFGRL-10004. «La muchacha afgana», 17 años despúes

Já pensou poder estudar com ele?

Imagine que incrível ter um professor desses te ensinando como fazer boas fotografias. Seria incrível, não é mesmo? Mas enquanto isso não nos acontece, podemos nos contentar com 9 dicas de composição com o Steve McCurry, que encontrei nesse video do Youtube. Está em Inglês, mas acho que dá pra entender.

 

E tem algum outro fotógrafo que inspire você? Deixe o nome nos comentários, quem sabe fazemos um artigo sobre o trabalho dele!

 

 

Frases Inspiradoras Sobre Fotografia

Encontramos mais 13 frases inspiradoras sobre fotografia, dessa vez com declarações de Sebastião Salgado, Bill Brandt, Klarck Lansing e Josef Koudelka

13 frases inspiradoras

 

Meditar na profundidade que a fotografia pode atingir uma pessoa pode mudar nosso modo de enxergar as coisas. Quando olhamos para o ser humano de um modo minúsculo, como realmente somos, e percebemos o quanto evoluímos tecnologicamente pode ser até assustador.

E, a fotografia é uma dessas evoluções benéficas que a sociedade humana nos trouxe. Poder eternizar amigos e parentes, guardar memórias no papel e registrar documentos importantes além de prático, é lindo!

Por isso separamos algumas frases para fazer você pensar no poder da fotografia!


(Ah, na verdade esse texto é a continuação desse aqui:
25 Frases Incríveis Sobre Fotografia Que Você Precisa Ler Hoje!)

 

“Não existe uma fotografia perfeita. Isso é extremamente subjetivo. Mas existem momentos que são únicos para os personagens – e quando se registra isso, o fotógrafo alcança um patamar muito superior ao da perfeição.”

Klarck Lansing

 

“Não estou interessado nas regras, a fotografia não é um esporte.”

Bill Brandt

 

“Ou temos o instante certo, ou o perdemos e não podemos recomeçar.”

Henri-Cartier Bresson

 

“É bom que as pessoas gostem do que fazemos, mas isso quer dizer que temos de continuar e não apodrecer parados.”

Henri-Cartier Bresson

 

“Tenho de fotografar três rolos de filme por dia mesmo quando não fotografo, para manter meu olho em prática.”

Josef Koudelka

 

“Eu ando, eu observo, eu vejo, eu paro, eu fotografo.”

Leon Levinstein

 

 

Veja também:

 

 

 

“O que vai ficar na fotografia são os laços invisíveis que havia.”

Leoni

 

“Embora as fotografias não possam mentir, os mentirosos podem fotografar.”

Lewis Hine

 

“O fotógrafo é um poeta que rima imagens!”

Lina Marano

 

“Fotografar é saborear a vida intensamente, a cada centésimo de segundo.”

Marc Riboud

 

“Você não fotografa com sua máquina. Você fotografa com toda sua cultura”.

Sebastião Salgado

 

“Minhas fotografias são um vetor entre o que acontece no mundo e as pessoas que não têm como presenciar o que acontece. Espero que a pessoa que entrar numa exposição minha não saia a mesma”.

Sebastião Salgado

 

 

Conhece alguma outra frase legal? Qual você mais gostou? Comente aqui em baixo, quem sabe fazemos um terceiro artigo!

 

[mc4wp_form id=”1058″]

As Melhores Montagens do Photoshop!

Desde 1987 o Adobe Photoshop tem criado coisas incríveis – e até quem não entende nada de fotografia já

Todo fotógrafo ou entusiasta a fotógrafo conhece o programa Photoshop. Apesar de sua tecnologia atualmente ser extremamente avançada, o software queridinho de muitos foi desenvolvido em 1987! Isso mesmo, a ferramenta já tem mais de 30 anos e está disponível em 25 idiomas. Conhecido por criar montagens e manipulações digitais, podemos dizer que ele já tem sua própria personalidade. Inclusive, “Photoshopar” tem se tornado um verbo comum no meio High-Tech. 

Desenvolvido por Thomas Kroll, o programa faz parte do grupo Adobe, simplesmente a MAIOR E MAIS COMPLETA desenvolvedora de aplicativos para profissionais digitais. A empresa tem investido num Photoshop que reconheça os gostos do usuário e se adapte a isso, e ferramentas mais inteligentes e automatizadas.

Mas você sabe de tudo que a ferramenta é capaz? Veja algumas imagens incríveis que achamos na internet!

01 – Animais pequenos ou bebes gigantes?

697884_17863549_3220207_19bdc4de_image.png

02 – Uma escultura de Deus!

528657_2ce8

03 – Mas, pera, o quê? Como?

474971_1180

04 – Seria mais uma montagem ou a descoberta do Monstro do Lago Ness?

01.png

05 – Papéis invertidos!

13115201638268

 

 

Continue no Blog:

 

 

06 – Castelo de Areia tudo bem, mas uma bandeira também?

551858_d3de.jpg

07 – Só falta dizer que foram os ET’s também!

546856_11e6.jpg

08 – Se acender, morre!

510125_75af.jpg

09 – Por isso tanta beleza!

543930_39a8

 

[mc4wp_form id=”1058″]

 

10 – Deu até um arrepio!

02.png

 

Bônus:

Acho que os leitores já estão ficando mal acostumados com esses bônus, mas não consigo deixar de presentear vocês com algo a mais no final dos textos! Um expert em Photoshop em Balneário Camboriú chamado Altair Hoppe (que inclusive ajuda nas investigações do quadro “Detetive Virtual” no Fantástico) fez uma série de videos desmistificando algumas imagens com o uso (ou não) do Photoshop de uma maneira divertida e exclusiva dele. Sua webserie chama “Isso é Montagem?”. Separei um dos que mais gosto, mas você pode acessar o Canal dele do Youtube clicando aqui:

E você, qual dessas fotos achou mais incrível? Comente o número de sua preferida aqui abaixo! E não esqueça de compartilhar com seus amigos mais um de nossos posts!

Casal viaja 3 Anos Fotografando Os Lugares Mais Incríveis

Um casal de artistas americanos vendeu tudo que tinha e estão viajando desde 2015, e já totalizaram mais de 384 mil kilômetros! E as fotos que fizeram em cada canto do mundo é de tirar o fôlego!

“Nós calculamos cada quilômetro que viajamos, e já totalizou 384.400, que seria a distância de ir a lua”

Um casal americano vendeu tudo que tinha e embarcaram para a Europa. Sem saber exatamente para onde ir e quanto tempo ficariam fora, já viajam tem três anos pelo mundo. Conheceram lugares espetaculares e criaram uma obra de arte para comemorar isso: seu instagram @howfarfromhome. O casal divulgou seu trabalho na Bored Panda e estão atualmente na Ilha Gozo, em Malta.
Suas fotos são de tirar o fôlego e recomendo acessar e seguir sua conta no insta.

Separei algumas imagens incríveis, se liga só:

#1 Lago di Braies, Itália

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb2059d5598__880

#2 Antelope Canyon, EUA

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb20662fb13__880

#3 Taj Mahal, India

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aedaf285d024__880

#4 – Algar de Benagil, Portugal

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb207abb7dc__880

#5 – Solta, Croácia

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aedae943b65c__880

 

 

Quer se inspirar mais? Continue no Blog:

 

 

 

#6 – Cataratas Victoria – Zâmbia

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb207255ad1__880

#7 – Lakselv – Noruéga

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb205797904__8801

 

[mc4wp_form id=”1058″]

 

#8 – Lisboa – Portugal

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aedafd9542f8__880

#9 – Jyväskylä – Finlândia

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aedaf031c583__880

#10 – Pedra Crystal – Ilhas Maurício

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb2074dd6dc__880

#11 – Praga, República Tcheca

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aedaead08438__880

#12 – Neuschwanstein – Alemanha

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb206dca3c4__880

#13 – Copenhagen – Dinamarca

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aedaed8a5f30__880

#14 – Landmannalaugar – Islândia

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb2076d42b5__880

#15 – Bagkok – Tailandia

we-count-how-far-we-have-traveled-turns-out-weve-just-reached-the-moon-5aeb0b3e681e6__880

#16 – Helsink, Finlândia

E você, qual lugar gostaria de conhecer? Deixe nos comentários o número da sua preferida!

Filme – 10 Indispensáveis Para Quem Ama Fotografia

Que tal aprender sobre fotografia de qualidade sentado no sofá? Nossa redação separou 10 filmes que vão tirar teu ar e te fazer querer sair fotografando por aí.

filme- blog lansing

Uma lista de filmes para se entreter e aprender!

Você que vive da fotografia, precisa ter em mente a importância das referências de outras áreas, entre elas, a do cinema.

 

Para ajudar você a escolher os melhores filmes em questões de direção fotográfica, foi feita uma enquete no grupo Wedding Brasil, que une mais de 30 mil fotógrafos, para saber quais são os filmes que mais o agradaram tratando-se de fotografia. Confira abaixo os 10 mais citados e não deixe de os assistir!

 

O Grande Hotel Budapeste (2014)

01

O filme com direção e roteiro de Wes Anderson, se passa entre a primeira e a segunda guerra mundial, onde o famoso gerente do Grande Hotel Budapeste conhece um jovem empregado do estabelecimento e eles acabam virando melhores amigos.

 

Juntos, descobrem o roubo de um quadro famoso do Renascimento, a batalha de uma família pela fortuna e as primeiras transformações históricas do século XX. O filme teve 9 indicações ao Oscar em 2015, entre elas de Melhor Fotografia.

 

Wes Anderson é conhecido pela sua estética impecável em suas obras audiovisuais, ele e sua equipe têm o dom para escolher a cor, ângulo, enquadramento certo para cada cena, cada momento, cada frame.

 

Wes usa e abusa de cores pastéis com uma pegada bem vintage, o cenário sempre é bem estruturado e colorido, a fotografia é simétrica e com ares minimalistas, e um de seus enquadramentos favoritos seria o plongée (ou seja, a câmera filma o objeto de cima para baixo).

[mc4wp_form id=”1058″]

O Regresso (2015)

02

O longa é baseado na história real de Hugh Glass e se propõe a contar as desventuras deste homem que sobreviveu ferido e perseguido por índios no inverno congelante do norte dos EUA.

 

Um filme que foi notoriamente gravado em condições longas e difíceis. Para o diretor de fotografia Emmanuel “Chivo” Lubezki, as condições foram necessárias para comunicar a experiência: “Nós queríamos fazer um filme que era imersivo e visceral. A ideia de usar luz natural veio porque queríamos que o público sentisse, eu espero, que as coisas estavam acontecendo de verdade”.

 

Emmanuel já gravou sob tais condições anteriormente, mas esta foi a primeira vez em que ele não utilizou luz artificial, exceto por um momento em que o fogo de uma sequência no filme estava se comportando de forma inesperada, e eles precisaram recorrer a algumas lâmpadas para criar a luz proveniente do fogo.

 

E durante todo o filme, Emmanuel utilizou apenas lentes angulares, de 12 a 21mm, justamente para causar essa sensação de imersão para o espectador e aproximar o público da história.

A Vida Secreta de Walter Mitty (2013)

03

Baseado no conto de James Thurber publicado em 1939 – e que também já teve uma versão para os cinemas em 1947, com o título “O Homem de 8 Vidas” – o longa é mais uma empreitada de Ben Stiller como diretor.

 

O visual da obra chama a atenção, cenas tão belas que chegam a ser impactantes e são enaltecidas pelas interessantes soluções que Stiller encontra, como o bom uso de câmera lenta.

 

Interpretado por Ben Stiller, Walter Mitty é um homem tímido que vive sua vida limitada e sem aventuras, trabalha no setor de fotografias da revista “Life”, onde sempre recebe as imagens tiradas por um radical freelancer que dedica sua vida viajando e fotografando e diante de tantas incríveis jornadas que Walter vê através das fotos só lhe resta sonhar, sonhar acordado e é justamente isso o que ele faz, mesmo enquanto conversa com os outros, sonha sobre como seria sua vida se ele tivesse coragem.

 

Quer continuar se inspirando?

 

 

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain (2001)

04

O filme dirigido por JeanPierre Jeunet, tem como diretor de fotografia Bruno DelBonnel. O trabalho meticuloso do diretor Jeunet nessa obra, fez dele um ícone de fotografia e direção de arte. Para ele, a realidade já é muito cruel, o que faz com que busque criar imagens fantasiosas sobre a própria realidade.

 

A peculiaridade na escolha e no uso das cores dá um ar poético e melancólico ao filme, com sensibilidade e ao mesmo tempo intensidade de todas elas, que estão no cenário, figurino, filtros de lente e também foram utilizadas na edição.

 

O filme conta a história da doce e ingênua Amelie, uma menina que cresceu sob os cuidados de pais superprotetores que a proporcionaram uma infância solitária. Após certa idade Amelie se muda para Paris, onde encontra uma caixa antiga escondida em seu apartamento e resolve devolvê-la ao dono, decidindo que se o dono da caixa ficasse feliz ela sempre iria ajudar as pessoas.

 

Os personagens principais são caricatos e fora do comum, parecendo ter saído de um livro de histórias infantis e suas histórias entram em foco ao longo do filme, todos recebem algum tipo de ajuda da protagonista, mas o que não era esperado era que ela encontrasse alguém para deixa-la feliz, e começa uma jornada romântica e sensível para encontrar um rapaz misterioso pelo qual ela se apaixonou.

A Lista de Schindler (1993)

05

O longa narra a história de Oskar Schinder, o homem responsável por salvar mais de mil judeus da inevitável morte no Holocausto. Stevel Spielbeg é o responsável pelo filme que é quase todo em preto e branco. Spielberg disse que queria trazer uma atmosfera de documentário e que a falta de cor era a melhor representação para a época.

 

“Para mim a cor é o símbolo da vida. Por isso um filme sobre o Holocausto tinha que ser em preto e branco”. Além disso, Spielberg conta com a iluminação perfeita do diretor de fotografia Janusz Kaminski.

 

Birdman (2015)

06

O longa traz a história de Riggan Thomson, ator atormentado pelo único papel de sucesso de seu currículo, o super-herói Birdman, enquanto busca reconhecimento pelo seu novo sério projeto da Broadway.

 

O diretor de fotografia Emmanuel Lubezki, levou o Oscar pela Melhor Fotografia.

 

 

Into the Wild (2007)

07

Inspirado no livro homônimo, escrito por Jon Krakauer, sobre a vida de Chris McCandless, o longa conta a história do jovem que aos 22 anos largou sua estável vida de bom aluno e classe média-alta para partir em busca de liberdade e aventura. Deixou para trás também a sua própria identidade, rebatizando-se Alexander Supertramp.

 

Com um destino em sua mente, o longínquo e desabitado Alasca, ele foi cruzando o continente e as vidas de muitas pessoas que lhe davam carona, casa ou um emprego temporário.

 

É imprescindível a participação do diretor de fotografia Eric Gautier (Diários de Motocicleta), que passa o filme equilibrando a importância do protagonista com as paisagens ao seu redor.

 

“Você não fotografa com a sua câmera, você fotografa com toda a sua cultura!”Sebastião Salgado

 

A Invenção Hugo Cabret (2011)

08

Ambientado em Paris nos anos 30, o filme traz a história de Hugo Cabret, um órfão que vive escondido nas paredes da estação de trem. Ele guarda consigo um robô quebrado, deixado por seu pai.

 

Um dia, ao fugir do inspetor, ele conhece Isabelle, uma jovem com quem faz amizade. Logo Hugo descobre que ela tem uma chave com o fecho em forma de coração, exatamente do mesmo tamanho da fechadura existente no robô. O robô volta então a funcionar, levando a dupla a tentar resolver um mistério mágico.

 

A Invenção de Hugo Cabret faturou os principais prêmios técnicos do Oscar.

 

Com uma fotografia primorosa, dourada e cheia de luz (recriando bem a Paris da época), alguns movimentos de câmera improváveis surgem a todo instante, revelando cenários de tirar o fôlego, que são valorizados com a ótima montagem.

Moonrise Kingdom (2012)

09

Situado nos anos 1960, com roteiro de Wes Anderson e Roman Coppola, o filme conta a história de um jovem casal que se apaixona e decide fugir. Os líderes da cidade começam a disseminar a ideia de que eles foram sequestrados e iniciam uma busca.

 

O diretor fotográfico Robert Yeoman escolheu cores pastéis, paisagens que poderiam ser coloridas, mas tornam-se parte do imaginário dos protagonistas, que enxergam as cores do mundo em alguns ambientes de forma bastante destacada – mas não veem tais cores como adornos ou possível causadoras de sensações.

 

As cores apenas estão lá; os ângulos, precisos e retos, em longos e elaborados planos, também ilustram a personalidade de seus protagonistas; assim como o comportamento dos adultos, infantilizados – ou apenas expondo seus verdadeiros pensamentos.

Gravidade (2013)

10

Emmanuel Lubezki, responsável pela fotografia do filme, grande vencedor do maior prêmio do cinema americano em 2014, levou para os cinemas do mundo inteiro uma nova e inspiradora visão da imensidão em que nosso planeta flutua, um plano de fundo cheio de beleza e detalhes contrastante para a frieza da história e agonia da personagem vivida por Sandra Bullock.

 

Conquistou com “Gravidade” seu primeiro Oscar de melhor fotografia, sendo sua 6ª indicação. O filme é a sexta colaboração entre Lubezki e Alfonso Cuarón no cinema e conta a trajetória de uma astronauta que fica à deriva no espaço.

 

Possui um enredo direto, mas se destacou por conta da qualidade estética e técnica com que foi feito. Para quem assiste o filme, principalmente nas telas maiores, a sensação é de que o diretor foi até o espaço com todo o seu equipamento fotográfico para captar as melhores imagens.

 

E você, já viu todos? Qual ficou com vontade de ver?

Esse post foi baseado nos nossos parceiros do Blog Wedding Brasil !

Fotografia – As 14 Mais Coloridas Ao Redor Do Mundo!

Você gosta de viajar? Então precisa ver essas fotos que a National Geographic postou em seu site oficial. É de tirar o fôlego! (Principalmente essa em Gifu)

As 14 fotografias mais coloridas ao redor do mundo!

 

Você já se aventurou no site da National Geographic? O grupo norte-americano toca um canal por assinaturas e uma revista que é simplesmente de tirar o fôlego. Suas imagens são consideradas as mais lindas do mundo, e os mais de 160 milhões de assinantes ao redor do mundo sempre se encantam.

Tem fotografia de rua, de paisagens, animais, retratos e muito mais. E recentemente eles postaram esse artigo que mostrou vários lugares incríveis e coloridos ao redor do mundo.

1) Bo Kaap – Cidade do Cabo

As ruas coloridas de Bo Kaap nem sempre eram assim. As fachadas já foram obrigadas a ter uma cor uniforme e monótona durante o Apartheid. Depois, os moradores pintaram suas casas com todas as cores do arco-íris para celebrar sua liberdade da opressão.

01

2) Havana – Cuba

Silhueta de jovens jogando basquete depois da escola numa quadra de bairro.

02

[mc4wp_form id=”1058″]

 

3) Butão

O Butão é um dos poucos países no mundo onde você pode realmente sentir uma diferença em relação aos outros, e onde a globalização das culturas ainda não chegou.

Festivais, ou tshechu, são os maiores eventos do ano, também para o povo butanês: durante o thimpu tshechu eu consegui dar uma olhada nesses dois monges curiosos, olhando para os dançarinos e os artistas no palco por trás deste bela cortina amarela.

03

4) Gifu, Japão (eu amei essa)

“A cidade do Destino Reversível” está localizado em um dos cantos do Yoro Park, famoso pela cachoeira Yoro, em Gifu, no Japão. Este é um fantástico parque temático. Aqui o artista Shusaku Arakawa e a poeta Madeline Gins realizaram sua audaciosa e imprudente visão de 30 anos com o Parque Yoro. Uma vez que você entra, você não será capaz de esconder sua surpresa na escala do local e os vários objetos misteriosos dentro.

Cada fotografia tirada aqui será uma Fine Art.

04

5) Tailândia

O autor desta foto, Tye Sweetman, diz: “Foi uma das melhores viagens de scooter que eu já fiz; nela eu voei meu drone sobre o rio de ping. Eu peguei este momento de dois idosos levando suas scooters para casa sobre a ponte em Chiang Mai.”

05

 

Veja também:

 

 

6) Quênia

Gnu azul migrando atrás do Rio Mara, na divisa entre os países do Quênia e da Tanzânia.

06

7) Ilhas Maldivas

Um tubarão de recife de ponta preta filhote nada através de um enxame de espadilha de prata na hora do almoço na lagoa da ilha de Mirihi em no complexo das Maldivas.

07

8) Bangladesh

Um menino cruza a lagoa pequena ao lado da praia de mar na vila de pesca seca em Cox’s Bazar, Bangladesh. Na aldeia vivem mais de 5000 famílias envolvidas com processamento de peixe seco. Seus filhos não têm brinquedos modernos para brincar, então algumas vezes eles brincam e tiram sarro sozinhos, como pulando ou correndo.Na imagem, o fotógrafo capturou o momento exato!

08

 

9) Japão

Na fotografia, as folhas de outono refletidas em um lago no Japão

09

 

10) Tokio, Japão

Um complexo de apartamentos no dia de um show, em um final de semana. A cena interessante é de abrir a imaginação.

10

 

11) Bangladesh

Secagem de couros: uma mulher trabalhando em uma rua nos arredores de Dacca, em Bangladesh. Estes pedaços de couro se tornarão carteiras, cintos ou parte de sapatos e serão vendidos em todo o mundo.

11

12) Ilha de Shodoshima, Japão

Este é um destino turístico bem conhecido no oeste do Japão. Nos últimos anos, há muitos visitantes estrangeiros, mas a ecologia de macacos japoneses únicos lá ainda não é comumente conhecida. Durante o inverno, as temperaturas na Ilha de Shodoshima no Japão caem para o congelamento. Macacos japoneses, ou macacos da neve, têm uma maneira única de lidar com o clima frio. Bolas de macacos são formadas quando um grupo de cinco ou mais se amontoa para compartilhar o calor do corpo e se aquecer.

12

13) Jodhpur, Rajastão

“Viajando pelas ruelas de Jodhpur, Rajasthan, encontrei esta senhora orgulhosamente exibindo seus vegetais para venda. Seu neto traduziu suas palavras descrevendo seus mais de 30 anos vendendo produtos no mesmo local exato, sem intenção de desistir de sua rotina.” disse Steve Demeranville, autor desta linda imagem.

13

14) Miamar

A fotografia retrata o amanhecer num festival de balões numa propriedade mundial da UNESCO em Miamar

14

BÔNUS:

Ainda nesse artigo da National Geographic achei uma linda imagem para ilustrar o que ensino no meu curso sobre velocidade de obturador. Essa linda imagem em Bangladesh retrata muito bem o significado da vida agitada em 1/8s!

15

 

 

E qual desses lugares você ficou com vontade de visitar?
Comente aqui embaixo, porque eu quero saber!