Pessoas! A Melhor Composição para fotos!

Pessoas! A Melhor Composição para fotos!

maio 10, 2018 0 Por Klarck Lansing

Quando iniciei a fotografar, estudei muito sobre as composições. Li muito sobre linhas – aprendi que as linhas horizontais transmitem serenidade, que linha diagonais são dinâmicas e que as linhas verticais são humanizadas. Estudei muito sobre o significado das cores, e como aplicar isso no design e na fotografia. Quando saía para fotografar, procurava linhas, padrões, texturas, cores e contrastes para fazer uma foto incrível. E é verdade que é possível fazer boas fotos com essas “regras” de composição.

Pessoas como a melhor composição de todas!

 

Minha transformação:

Mas hoje eu vejo que nada vale tudo isso sem uma boa pose, e nada vale uma boa pose sem uma boa conexão. Por isso que digo, a minha melhor composição são as pessoas. Tento procurar um plano neutro em minha fotografia – algo que valorize as pessoas. Procuro orientar o casal a usar roupas neutras – para valorizar eles. Maquiagem? Neutra. Acessórios? Neutros. Quanto menos, melhor. Quero que eles sejam o centro das atenções.

Noivos românticos se abraçando

Uma produção muito complexa, eu deixo para os editoriais de moda. Lógico que precisamos fazer fotos criativas, ou não seremos profissionais. Mas, para tudo é preciso um equilíbrio. Retratos formais e protocolares são importantes também – mas muitas vezes desvalorizados.

Veja esta comparação:  numa refeição, geralmente temos como elemento principal a carne. E temos os acompanhamentos: feijão, arroz, saladas, entre outros. Apenas a carne, por mais saborosa, vai nos dar a sensação de falta. Por outro lado, apenas os acompanhamentos vai parecer algo raso. Da mesma forma a nossa fotografia. Fotojornalismo, criatividade, entre outros são a nossa carne: tem que ser o nosso carro chefe. Mas isso não pode, jamais, sufocar nosso elemento principal: as pessoas! E, os retratos formais, por mais simples que sejam, são tão essenciais quanto o feijão com arroz.

 

 

Continue no Site:

 

 

Então, como compor poses?

Eu evito poses que detraiam a atenção. Por exemplo, abraços muito complexos ou mãos dadas com os dedos cruzados (acho que fica parecendo uma bola com 10 dedos).

Um abraço simples e um aconchego delicado, valoriza muito mais o casal. Por exemplo, não adianta pedir para uma pessoa que nunca sentou com as pernas cruzadas fazer isso para a foto. A pose vai sair estranha, pois não é habitual para aquela pessoa.

Mais importante ainda, o ângulo da foto. Ângulos muito baixo fazem o tórax ou as mãos ocuparem uma porcentagem maior da imagem que o rosto – não acho isso legal. Fotografar muito de baixo faz o queixo parecer maior que a testa. Sem contar que muitas fotos ainda é possível enxergar dentro do nariz da pessoa, o que é imperceptível para muitos – mas convenhamos: não, né? É verdade que se formos muito longe para fazer a foto, vai ficar muito anônima – mas muito perto também traz um ar de desconforto para o telespectador.

Assista aqui algumas poses que você pode usar

Noivos no sreu prér wedding felizes.

Mensagem final:

Mas nada vale toda essa técnica bem aplicada sem uma conexão real. Tento deixar o casal a vontade, relaxado e “vulnerável”. Se eles tem medo de você, de seu flash ou de sua câmera, acredite: isso vai transparecer na foto! Assim que eles estão confortáveis, eu converso e clico; clico e converso. São varias tentativas, mas tudo bem, só preciso de um acerto (naquela cena). Evito fotografar e olhar. Isso faço no estúdio. Evito fotografar e sair – às vezes vou ganhar 2 ou 3 minutos, mas vou perder algum detalhe que pode ser crucial.

Menos técnica e mais coração; esse tem sido o meu lema! Pessoas a frente de paisagens e roupas, sempre!

Comente qual é o seu lema!